Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Destaques do Samba

Seu Madeira – Embaixador do Samba

Publicado em 29 de janeiro de 2012

SP – Na noite de escolha da Rainha e Princesas do Carnaval 2012 da cidade de Cubatão, em São Paulo, o momento especial aconteceu durante a homenagem ao Seu Madeira, Cidadão Samba de Cubatão. A mesma paixão que conduziu esse mineiro ao mundo do Samba, o levou a um dos postos mais elegantes e importantes: aos 72 anos, Seu Madeira foi sagrado “Embaixador do Samba”. “Estou muito feliz e emocionado. O samba é minha vida”, disse, em lágrimas, ao receber uma faixa e o abraço do secretário de Cultura, Welington Borges, em nome da prefeita Marcia Rosa.

Para o secretário, a homenagem só reafirma o compromisso do governo municipal em criar o tema “Da Raiz à Tradição”, no Carnaval 2012. “Nossa ideia é trazer de volta o clima do Carnaval espontâneo que caracteriza a festa mais popular do nosso país”, disse Welington.

A vida dedicada ao Samba de João da Silva Madeira teve início quando ele foi morar, ainda criança, no Rio de Janeiro. Aos 12 anos se achegou aos “bambas” da Escola Unidos do Conforto, quando era encourador dos instrumentos usados na bateria da agremiação. E em todas essas “pegadas” do samba, já foi da bateria e até 1º mestre-sala na agremiação carioca Princesa Isabel. Na década de 60 chega a Cubatão onde dividia o tempo com a família, o trabalho na extinta Cosipa (hoje Usiminas) e na Petrobrás, e ajudando a criar uma identidade própria para o Carnaval Cubatense.

Foi em meio a muito suor dos trabalhadores e poeira das indústrias que, na extinta Vila Parisi, Seu Madeira ensinou alguns amigos a fazerem instrumentos musicais para a bateria, tudo artesanal. Assim, de quase uma brincadeira, surge a primeira agremiação de Cubatão, a Acadêmicos da Vila Parisi. Depois disso, ajudou a fundar outras Escolas de Samba como a GRES Vila Elisabeth, em 1976; a GRES Nove de Abril, em 1977, que conquistou os campeonatos de 78 e 79 na Cidade.

Seu Madeira com o apresentador Claudio Barazal

No início dos anos de 1980, Seu Madeira abraçou a Escola de Samba Nações Unidas, da Vila Nova. E basta olhar para os lados para ver a família dele se expandindo e nutrindo o amor pela batucada. Um dos filhos é o mestre da bateria sangue-azul, conhecido como Madeira; outro filho comanda a bateria da Unidos do Morro, é o mestre Fumaça.

E lá se vão mais de 60 anos dedicados à amizade que somente o Samba pode proporcionar. Em suas veias correm sangue de sambista, de gente sofrida, de um guerreiro. Ele costuma dizer: “Sempre gostei de reconhecer novos talentos e incentivar a todos para que trilhem o sagrado mundo do Samba”. Ativem os tambores e segurem a marcação… Seu Madeira é patrimônio de Cubatão e agora, Embaixador do Samba e da felicidade.

Texto Morgana Monteiro

***


VOLTAR

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!


Faça um comentário

Campos com (*) são obrigatórios

Seus dados
Comentário

Copyright © 2010 - quintaldosamba.com - todos os direitos reservados