Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

Após fazer história na Mangueira, Carlinhos de Jesus fecha com a Beija-Flor

Publicado em 28 de maio de 2010

POR RAPHAEL AZEVEDO

Rio – Carlinhos de Jesus é o novo coreógrafo da Beija-Flor. Conforme o Dia na Folia antecipou, o artista será o responsável pela comissão de frente da azul e branco em 2011. A contratação foi anunciada oficialmente nesta quinta-feira, durante uma coletiva de imprensa no barracão da escola. Ele assume a vaga aberta com a saída de Ghislaine Cavalcanti, que ficou 15 anos na agremiação.
Em 2010, Carlinhos encantou a Sapucaí ao criar uma coreografia especial para a bateria da Mangueira. Em 2008, Carlinhos deixou a comissão da verde e rosa logo após o Carnaval depois de ficar 11 anos na escola e revolucionar o conceito de abertura de desfiles.
Carlinhos: “Meu coração é mangueirense, mas agora estou na Beija-Flor”
“É uma alegria muito grande chegar à Beija-Flor. Sempre tive admiração pela escola, pelo Laíla e pelo carnavalesco Alexandre Louzada. Depois de dois anos afastado, estou voltando para fazer o que mais gosto na vida que é comissão de frente. Minha escola de coração é Em Cima da Hora, meu coração é mangueirense, mas agora estou na Beija-Flor. Sou profissional acima de tudo e tenho que pagar minhas contas”, explicou Carlinhos.
Carlinhos de Jesus é o novo coreógrafo da Beija-Flor. Na foto, ele comemora a chegada à escola com o casal de mestre-sala e porta-bandeira Claudinho e Selminha Sorriso | Foto: Irapuã Jeferson
Ciente da responsabilidade, o coreógrafo revelou que já tem duas ideias para a comissão. “Meu nome é trabalho e já estou trabalhando em cima do enredo. Falar de Roberto Carlos é um desafio muito grande, que exige compromisso de todos na escola. Quero buscar tudo de melhor para usar na comissão de frente”, disse.
Mangueira tentou, mas não levou
Carlinhos de Jesus, que também fará a comissão da Em Cima da Hora, revelou que antes de aceitar o convite da Beija-Flor, recusou pelo menos três propostas de outras escolas. Segundo ele, um dos convites seria para ocupar a vaga de diretor artístico da Mangueira. “Eu não quis. Meu negócio é comissão de frente”.
Comissão da Unidos da Tijuca não assusta
Ao ser perguntado se a antológica comissão da Unidos da Tijuca de 2010 terá algum impacto em seu trabalho, Carlinhos reconheceu os méritos do grupo, mas deixou claro que pretende fazer algo completamente diferente. “A Tijuca mostrou que o espetáculo se renova a cada ano. O público sempre espera um grande show na abertura dos desfiles e as escolas estão melhorando cada vez mais. Vamos buscar o nosso diferencial”, analisou.

VOLTAR

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!


Faça um comentário

Campos com (*) são obrigatórios

Seus dados
Comentário

Copyright © 2010 - quintaldosamba.com - todos os direitos reservados