Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

Apuração Carnaval 2012/SP – Prisões

Publicado em 21 de fevereiro de 2012

SP – Segundo o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, da Deatur, os detidos após confusão no Sambódromo serão autuados em flagrante no posto montado no Anhembi e, de lá, vão seguir para o Centro de Detenção Provisória de Pinheiros. Ele diz que os crimes cometidos são inafiançáveis.

Entre os detidos está o integrante da escola Império da Casa Verde, que rasgou as notas. Identificado como Thiago Ciro Tadeu Faria, de 29 anos, ele deverá responder, entre outros crimes, por danos ao patrimônio público. O outro detido é Cauê Santos Ferreira, integrante da escola de samba Gaviões de Fiel.


Thiago Faria é integrante da Imperio de Casa Verde


No começo da noite, homens da Polícia Técnico Científica faziam perícia no local do sambódromo onde eram lidas as notas das escolas de samba.


Polícia Técnico Científica fez perícia no local


Resultado
Por causa do tumulto, não foi divulgado qual será o resultado do carnaval paulista. No momento da confusão, a Mocidade Alegre liderava a apuração. Os jurados liam as notas do último quesito, “comissão de frente”, quando a apuração foi interrompida.

A ordem da apuração era: 1º Mocidade Alegre, 2º Rosas de Ouro, 3º Vai-Vai, 4º Mancha Verde e Unidos de Vila Maria .
O presidente da Liga das Escolas de Samba, Paulo Sérgio Ferreira, afirmou que não há possibilidade de anulação das notas. Eles vão fazer um levantamento das notas e, se não forem recuperadas as que faltavam, vencerá quem estava em primeiro lugar no momento em que a apuração foi interrompida.


Presidente da Liga das Escolas de Samba, Paulo Sérgio Ferreira


Ferreira afirmou que “tem escola que não sabe perder”. “O jogo é jogado, a regra é clara. A escola vem na avenida, canta o samba errado e depois quer tirar o julgador de samba-enredo. Vamos ver se tem possibilidade de levantar as duas notas que faltam, se não tiver, vai se manter o resultado que se mantém até agora”, disse.
No início da noite, as notas da Comissão de Frente – quesito que era divulgado no momento da confusão – foram encontradas em um banheiro químico do Anhembi por um diretor da Liga das Escolas de Samba de São Paulo.

Mau comportamento
O regulamento da Liga das Escolas de Samba afirma que qualquer membro ou dirigente com comportamento inadequado, seja na concentração, na dispersão, no desfile ou na apuração do carnaval, terá sua escola eliminada do concurso e será expulsa da Liga. Na hora da contagem dos votos, os integrantes das escolas não podem pressionar, ameaçar ou agredir a integridade física ou moral de nenhuma pessoa da Liga.


VOLTAR

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!


Faça um comentário

Campos com (*) são obrigatórios

Seus dados
Comentário

Copyright © 2010 - quintaldosamba.com - todos os direitos reservados