Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

Bloco Mulheres da Vila já tem seu rei de bateria

Publicado em 17 de fevereiro de 2011

Herculano Barreto Filho
O bloco “Mulheres da Vila”, fundado em 8 de março do ano passado, Dia Internacional da Mulher, vai fazer o seu primeiro carnaval em grande estilo. Num grupo estimado de cerca de 300 foliãs, a atração principal será do sexo masculino. Em vez da tradicional figura da Rainha da Bateria, o bloco decidiu inovar, elegendo um homem para sambar em frente à “Fina Batucada”, também composta só por mulheres. A escolha do Rei de Bateria foi feita no domingo à tarde, no Renascença Clube, no Andaraí.

A eleição foi tratada com ares de grande evento. Entre os sete jurados, figuras ilustres, como a sambista Ircea Pagodinho, irmã de Zeca Pagodinho, Vera Lúcia Roxinha, e Aldione Senna, ex-passista da Vila Isabel. Mas a figura de maior destaque entre os jurados foi a atriz Quitéria Chagas, musa da Vila Isabel.
– A Rainha de Bateria samba na ponta dos pés. O homem samba no calcanhar. Essa ideia de eleger um Rei de Bateria resgata aquela imagem do malandro no carnaval – avalia Quitéria.
No seu primeiro carnaval, o bloco também ganhou um padrinho de peso: Neguinho da Beija-Flor, autor do hit que será cantado no esquenta do Mulheres.
– Dificilmente eu compareço a eventos assim. Mas abri mão de alguns compromissos, porque essa ideia de ter um bloco só de mulheres é maravilhosa. E onde tem mulheres, eu tô dentro – brincou, enquanto enxugava o suor da testa com uma toalha branca.
Até soldado do Exército na disputa
Mas a principal atração do evento não eram as mulheres. Eram os homens, que sambaram na frente da bateria na disputa pelo posto mais cobiçado do bloco. Um psicólogo, um professor, um advogado e até um soldado do Exército que participa das operações no Complexo do Alemão constava entre os candidatos.


Carlos Alberto José Alves


Em meio a 12 candidatos com estilos diferentes, o posto ficou com o auxiliar de eletricista Carlos Alberto José Alves, de 41 anos, que esbanjou simpatia e samba no pé. Ele conquistou os jurados com um estilo irreverente. Com óculos escuros e um chapéu branco, ele também levantou o público, com uma performance original e cheia de malabarismos.
Experiência em carnaval e samba no pé não faltaram. O primeiro Rei de Bateria da história do bloco é passista da Acadêmicos do Salgueiro e participa do carnaval carioca desde os 15 anos, acumulando passagens por outras escolas, como Império Serrano, Portela, Mocidade e Caprichosos de Pilares.
Depois de ser eleito, Carlos Alberto (na foto acima) foi para onde qualquer apaixonado por carnaval se sente em casa: ocupou as arquibancadas da Sapucaí para acompanhar o ensaio técnico da Mocidade, onde a sua mulher vai desfilar neste carnaval. Com a naturalidade de quem tem o samba no sangue, o novo Rei da Bateria das “Mulheres da Vila” deu a receita que o levou a conquistar o posto mais cobiçado no bloco:
– É preciso ter carisma, simpatia e alegria de sambar. Esse é mais um desafio que eu vou encarar no mundo do samba.


VOLTAR

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!


Faça um comentário

Campos com (*) são obrigatórios

Seus dados
Comentário

Copyright © 2010 - quintaldosamba.com - todos os direitos reservados