Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

Centro Cultural Cartola cria Circuito do Samba

Publicado em 01 de julho de 2010

Acaba de ser aprovado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) um projeto do Centro Cultural Cartola (CCC) para certificar locais que fomentam o samba na cidade. Batizado de Circuito do Samba, o projeto tem como objetivo fortalecer os lugares de prática do samba de terreiro, do partido alto e do samba enredo. Patrocinado pelo Ministério da Cultura, por meio do Iphan, o Circuito Cultural do Samba terá duas fases principais. A primeira, que ocorrerá em dezembro, será a sinalização dos locais, com totens, e a criação de um site com informações sobre os locais do circuito. A segunda, prevista para 2011, contará com um ônibus que percorrerá pontos chave da cidade, levando exposições itinerantes e shows.

Na Grande Tijuca, os candidatos à certificação é o Pagode do Trabalhador, que acontece toda segunda-feira no Clube Renascença, e as escolas de samba Salgueiro e Vila Isabel. Na Zona Norte, alguns dos contemplados serão a Portelinha (sede da velha guarda da Portela) e o Cacique de Ramos.
— Ainda estamos definindo os critérios para a certificação, mas os principais parâmetros serão uma referência histórica do gênero e fomentar a prática e a divulgação do samba — explica Nilcemar Nogueira, neta de Cartola e coordenadora de projetos especiais do CCC.
Segundo Nilcemar, a iniciativa visa a preservar a identidade e as características das várias vertentes do gênero musical.
— É muito importante enaltecermos os baluartes do samba, aqueles que iniciaram a tradição e os valores desta arte numa época em que sofriam preconceito e eram até humilhados. Os jovens sambistas e outros artistas da MPB não existiriam sem eles — diz Pituka Nirobe, membro do Conselho do Samba do CCC e da diretoria cultural da Mocidade Independente de Padre Miguel.
Para Bira Presidente, fundador do Fundo de Quintal e presidente do Cacique de Ramos — que completa 50 anos em 2011 e é tombado como patrimônio cultural do Rio de Janeiro —, o projeto vai oferecer mais oportunidade e respeito a quem desenvolve um trabalho sério na área:
— O samba, que é tão respeitado no exterior, merecia um reconhecimento muito maior aqui dentro. Fundado em 2001, o Centro Cultural Cartola (<www.cartola.org.br>) é responsável pelo Centro de Referência de Pesquisa, reconhecido pelo Iphan como Pontão de Memória do Samba Carioca.



VOLTAR

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!


Faça um comentário

Campos com (*) são obrigatórios

Seus dados
Comentário

Copyright © 2010 - quintaldosamba.com - todos os direitos reservados