Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

Grupo Especial não terá rebaixamento em 2011, e escolas atingidas por incêndio não serão julgadas

Publicado em 07 de fevereiro de 2011

RIO – As três escolas de samba prejudicadas pelo incêndio que atingiu a Cidade do Samba na manhã desta segunda-feira – Grande Rio, União da Ilha e Portela – não serão julgadas por seus desfiles este ano. E o grupo especial do carnaval do Rio de Janeiro não terá rebaixamento em 2011. As decisões foram tomadas pela Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) na noite desta segunda-feira.

Além disso, haverá mudança na ordem dos desfiles. A Portela, que desfilava na segunda-feira – assim como todas as outras escolas atingidas – sairá no domingo.
O prefeito Eduardo Paes anunciou que fará um aporte financeiro e irá procurar recursos na iniciativa privada para socorrer as escolas afetadas pelo incêndio. Falando sobre o carnaval, o prefeito:
– Se eu conheço a minha Portela, o povo da Ilha do Governador (União da Ilha) e o povo de Caxias (Grande Rio), tenho certeza, com todo respeito ao Paulo Barros (carnavalesco da Unidos da Tijuca), que não haverá abre-alas, não haverá mágica que vá superar o desfile dessas escolas. Tenho certeza que será o momento mais emocionante deste carnaval.
O prefeito aproveitou para pedir a compreensão de quem comprou ingressos com o objetivo de ver a Portela. Disse, no entanto, que, como os bilhetes já estão esgotados, não há possibilidade de trocar o dia adquirido.
— É hora de compreensão. Agora já entrei em contato com procurador-geral de Justiça para que, se eventualmente, o portelense se sinta prejudicado, possa ter uma maneira de ter o dinheiro devolvido – afirmou Paes.
Castanheira informou que todos os eventos estão suspensos na Cidade do Samba.
A nova formação
Grande Rio vai ficar no barracão 7. Portela vai ocupar a praça central, onde será montada uma tenda, e a União da Ilha, um terreno vizinho à Cidade do Samba, local onde também haverá uma estrutura provisória.


VOLTAR

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!


Faça um comentário

Campos com (*) são obrigatórios

Seus dados
Comentário

Copyright © 2010 - quintaldosamba.com - todos os direitos reservados