Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

Jovens maringaenses têm levado o samba de volta à noite da cidade

Publicado em 08 de julho de 2010

“Não deixe o samba morrer, não deixe o samba acabar”. Em Maringá, a juventude também não está deixando o samba morrer, como pede a canção imortalizada na voz de Alcione. Nos últimos dois anos, pelo menos três grupos – Dedo de Moça, Disritmia Samba Clube e Estação Copacabana – formados por jovens, surgiram na cidade, tendo no ritmo de Cartola, Noel Rosa e Nelson Cavaquinho a essência de sua música.



Julia Jones com o Estação Copacabana: "Sinto-me realizada profissionalmente porque eu posso levar a cultura do samba para os jovens" (Foto: Jorge Mariano)


Eles criaram uma espécie de movimento que levou o samba para as casas noturnas da cidade e para o público jovem. O sertanejo universitário ainda predomina, mas o samba resiste teimoso como o couro de um tamborim.

VOLTAR

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!


Faça um comentário

Campos com (*) são obrigatórios

Seus dados
Comentário

Copyright © 2010 - quintaldosamba.com - todos os direitos reservados