Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

Morre Ovídio Brito, músico de Martinho da Vila e ícone da cuíca

Publicado em 23 de novembro de 2010

POR RAPHAEL AZEVEDO
Rio – Luto no mundo do samba. Morreu nesta segunda-feira, aos 65 anos, o músico e compositor Ovídio Brito, o Ovídio da Cuíca. Músico da banda de Martinho da Vila e de Arlindo Cruz, o sambista, que era um dos mais renomados percussionistas do Brasil, faleceu após sofrer um acidente de carro no Centro do Rio quando estava voltando da sua roda de samba que inaugurou no domingo no clube Renascença. O enterro será nesta terça-feira, às 10h, no Cemitério do Caju.
Ovídio Moreira Brito nasceu no Leblon em 1945. Em 1958, ingressou como músico na bateria da escola de samba Independentes do Leblon. Teve como seus principais mestres na cuíca Zé Campista, Seu Genaro, e Mestre Marçal, sua maior referência.

Trabalhou como percussionista com inúmeros artistas da MPB, entre eles Beth Carvalho, Wilson das Neves, Jorginho do Império, Martinho da Vila, Belo, Maria Rita, Tim Maia, Maria Bethânia, Elza Soares, João Nogueira, Clara Nunes, Arlindo Cruz, Mestre Marçal e Marisa Monte, com quem excursionou na turnê do disco “Mais”.

Em 1995, ao lado de Ary Bispo (tantã e voz), Carlinhos Sete Cordas (violão), Dininho (baixo), Marcelinho Moreira (repique de mão e voz) e Wanderson Martins (cavaquinho), foi um dos fundadores do grupo de samba Toque de Prima. Em 2008, lançou um disco em homenagem a Martinho da Vila.


VOLTAR


Este artigo recebeu 1 comentário


Faça um comentário

Campos com (*) são obrigatórios

Seus dados
Comentário

Copyright © 2010 - quintaldosamba.com - todos os direitos reservados