Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

Muita chuva para limpar a Marquês de Sapucaí

Publicado em 21 de janeiro de 2013

Rio –  Marcada para as 19h, a lavagem da Marquês de Sapucaí pelas 31 alas de baianas das escolas de samba do Rio de Janeiro começou com uma hora de atraso por causa do temporal que castigou ontem o Sambódromo. Mesmo com a forte chuva, artistas e personalidades como Arlindo Cruz, Dudu Nobre, Jorge Aragão, Emílio Santiago, Nelson Sargento, Sabrina Sato e Milton Cunha se juntaram ao cortejo, que também fazia uma homenagem a São Sebastião, no dia do padroeiro da cidade.

Depois de rezar um Pai-Nosso, as baianas, acompanhadas de perto por um padre e pelos outros participantes da cerimônia — que colocavam flores em cima de um carro com a imagem de São Sebastião —, iniciaram a lavagem da Avenida, feita com água de cheiro e defumadores, para purificar o ambiente. Das arquibancadas, o público que, apesar do temporal, permaneceu no Sambódromo, também rezou e ajudou a deixar ainda mais bonito o espetáculo.
“Que coisa linda, nunca tinha assistido a essa cerimônia, estou encantada com tudo. A partir de agora, venho todo ano”, declarou a professora Lindalva Teixeira, 42 anos, que levou a mãe, o marido e os três filhos para participar do evento na Avenida.
Assim que acabou a cerimônia de lavagem da Sapucaí, a Unidos de Vila Isabel entrou na Passarela, também com uma hora de atraso, para fazer seu ensaio técnico. Sabrina Sato, rainha de bateria da agremiação, voltou à Sapucaí e brilhou mais uma vez. Em seguida, estava previsto outro ensaio de escola: o da Acadêmicos do Salgueiro.

VOLTAR

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!


Faça um comentário

Campos com (*) são obrigatórios

Seus dados
Comentário

Copyright © 2010 - quintaldosamba.com - todos os direitos reservados