Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

Sambódromo será ampliado e terá novas arquibancadas

Publicado em 26 de novembro de 2010

Rio – Foram dados ontem os primeiros passos para a ampliação do sambódromo. O prefeito Eduardo Paes sancionou as três leis municipais que compõem o Pacote Legislativo para Copa do Mundo de 2014, as Olimpíadas e as Paraolimpíadas de 2016. O pacote permite mudança de regras urbanísticas na área do antigo prédio da Brahma na Cidade Nova.
A Passarela do Samba deverá ganhar mais três módulos de arquibancadas, além de camarotes e frisas, no setor 2. Em troca, está previsto que a cervejaria possa construir três torres de até 11 andares no resto do terreno. A palavra final sobre quantos andares os novos edifícios deverão ter será dada pelo arquiteto Oscar Niemeyer. O escritório de Niemeyer confirmou que ele aceitou a tarefa e designou os arquitetos João Niemeyer, seu sobrinho, e Jair Valera para acompanhar a execução do projeto.

A Sapucaí será uma das instalações esportivas dos eventos: receberá as provas de arco e flecha, além da maratona (partida e chegada). Num filme produzido para a apresentação da candidatura ao Comitê Olímpico Internacional (COI) em Copenhague, disponível no YouTube, a Passarela do Samba já aparece modificada, com as novas arquibancadas e sem o prédio da Brahma ao lado.

O conjunto de leis também cria a Empresa Rio 2014/2016, para monitorar a aplicação dos recursos e a execução dos projetos da prefeitura para a Copa e as Olimpíadas.

Estímulo para criação de acomodações

Aprovado pela Câmara Municipal, o conjunto de leis sancionado ontem vai estimular a criação de novas acomodações na cidade através de mudanças de parâmetros urbanísticos e incentivos fiscais. Hoje, o Rio conta com cerca de 29 mil quartos de hotéis. A estimativa é de que sejam construídos pelo menos mais 8 mil com a aprovação do pacote.
Serão concedidos incentivos para hotéis-residência situados exclusivamente na Região Portuária e no Centro. Para favorecer a conversão de imóveis já existentes para o uso hoteleiro, a nova legislação permite a remissão de dívidas de IPTU. Além de benefícios fiscais, o Pacote da Copa e das Olimpíadas libera algumas áreas da cidade para a construção de empreendimentos hoteleiros, como as avenidas das Américas, Ayrton Senna e Salvador Allende, na Barra da Tijuca, e áreas dos bairros do Alto da Boa Vista, Guaratiba, Ilha do Governador e Flamengo, entre outros.


VOLTAR

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!


Faça um comentário

Campos com (*) são obrigatórios

Seus dados
Comentário

Copyright © 2010 - quintaldosamba.com - todos os direitos reservados