Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

“Sentirei falta da família tijucana”, diz Marquinhos

Publicado em 26 de março de 2013

Por Patrícia Raposo

“As luzes se apagaram, mas as cortinas não se fecharão”. Foi com essas palavras que o mestre-sala Marquinhos iniciou sua conversa com o SRZD-Carnaval, enquanto falava sobre sua saída da Unidos da Tijuca.
Um misto de surpresa e emoção preenchiam o dançarino, que enalteceu a importância da comunidade tijucana, assim como da equipe de harmonia, baianas e Velha-Guarda, durante sua passagem pela agremiação ao lado da porta-bandeira Giovanna.
“Em meu nome e em nome da Giovanna quero agradecer a comunidade da Tijuca por todo carinho e respeito que sempre nos deram. Agradeço muito a atenção daquela Velha-Guarda querida, das baianas e daquela harmonia maravilhosa que tanto me jogou para o alto”, brincou.
“Também fico triste pela situação na qual saímos, como fomos tratados, pois, até então, não sabíamos de nada. Mas o que fica são os aprendizados. Aprendi muita coisa dentro da Unidos da Tijuca”, completou.
Diante deste desfecho, Marquinhos já pensa em seu fututo ao lado de Giovanna e destaca que sempre vai primar pelo respeito ao pavilhão de qualquer escola que seja.
“Já recebemos propostas de duas escolas daqui do Rio e uma de São Paulo. Mas ainda não conversamos, nem decidimos nada”, detalhou.
“Seguiremos nosso caminho como sempre fizemos: respeitando o pavilhão que estivermos defendendo. O dinheiro interessa? Interessa, mas não é tudo. No final, o que fica é a amizade, o respeito” opinou.
Para finalizar, Marquinhos deixou mais um recado para os tijucanos e desabafou.
“Também acho importante destacar que nunca fui um vagabundo. Sempre estudei, sempre trabalhei. Se não estivesse me dedicando ao amor que tenho pela dança, pela mimha arte, teria outra profissão”, destacou.
“Agradeço novamente o carinho de sempre e todos os amigos que fiz na Unidos da Tijuca. De lá, fiz minha segunda casa. Agradeço o carinho de todos os segmentos. Feliz daqueles que têm amigos e família de verdade. Sentirei falta da família tijucana”, concluiu.
Marquinhos e Giovanna chegaram na Unidos da Tijuca ainda em 2009, e lá, conquistaram, junto com a agremiação, os títulos de 2010 e 2012.

VOLTAR

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!


Faça um comentário

Campos com (*) são obrigatórios

Seus dados
Comentário

Copyright © 2010 - quintaldosamba.com - todos os direitos reservados