Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

Sérgio Lobato pede dispensa da comissão de frente da Viradouro

Publicado em 17 de abril de 2010

Ramiro Costa

Sergio LobatoNa busca pela volta ao Grupo Especial, a Viradouro perdeu um nome de peso para chegar à elite do carnaval carioca. Após quatro anos na escola, o coreógrafo Sérgio Lobato pediu dispensa do comando da comissão de frente da vermelha e branco de Niterói. Ele reclamou que teria faltado diálogo com a direção da agremiação no último carnaval.

– Eu estava com questões econômicas que ficaram pendentes. Estou abrindo mão disso e tenho interesse em continuar no Grupo Especial. Houve falta de diálogo com a direção. Não queria deixar a escola, porque ela caiu. Poderia muito bem fazer uma escola de acesso e especial.

Sergio Lobato concordou com as justificativas dos jurados que criticaram o acabamento do elemento cenográfico. Na Avenida, o grupo comandado pelo coreógrafo levava o “quarto de Frida Kahlo” para representar os momentos da vida da artista mexicana. 

– Eu li as justificativas em que eles falaram do acabamento do material. A escola nos entregou um material que não era o que nós esperávamos. Um jurado disse que não houve a exposição dos trabalhos dela (de Frida Kahlo). Mas na verdade, no final da apresentação, nós apresentaríamos oito quadros que tomariam vida. No entanto, a escola não entregou o material completo, mas eu não quero colocar isso como desculpa para as notas.

Na apuração do carnaval deste ano, a comissão de frente da Viradouro não ganhou nenhuma nota dez. Foram quatro notas 9,8 e um 9,5. Sérgio Lobato entrou no hall dos grandes coreógrafos do carnaval após a comissão de frente da Unidos da Tijuca em 2006 e, no ano seguinte, com a Viradouro em 2007, com os curingas, que brincavam com as cartas do baralho.


VOLTAR

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!


Faça um comentário

Campos com (*) são obrigatórios

Seus dados
Comentário

Copyright © 2010 - quintaldosamba.com - todos os direitos reservados