Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

“Tenho consciência do trabalho que minha bateria executou”, diz Marcão

Publicado em 28 de março de 2013

Por Patrícia Raposo

O comandante da bateria Furiosa da escola de samba Acadêmicos do Salgueiro, Marcão, está seguro do trabalho executado por seus ritmistas durante o desfile da vermelha e branca, neste Carnaval. Em conversa com o SRZD-Carnaval, o mestre comentou as justificativas das duas notas 9,8 dadas à Furiosa, que foram divulgadas na última quarta-feira.
“Observei as justificativas, mas não vou mudar meu trabalho. Até porque se tivesse ocorrido um grande erro eu seria o primeiro a perceber, ou minha própria presidente Regina e minha equipe. Agora é hora de rever e analisar tudo junto aos meus diretores”, afirmou.
“Sobre as observações com relação ao quarto módulo dos jurados, não tenho o que reclamar. Agora, no primeiro módulo, a pessoa nem levantou a cabeça para observar o trabalho que estávamos executando. Achei uma falta de respeito”, destacou.
E completou.
“Argumentou também que caixa com tarol e tamborim prejudicaram o desenho rítmico. Desde a época do falecido mestre Louro deixamos as caixas, sendo que, na hora da bossa, os tamborins não tocam. Fizemos tudo com tranquilidade, mas há 4 anos este jurado vem nos dando pancada”, frisou.
Consciente da boa performance da Furiosa apesar das notas citadas, Marcão ressaltou.
“Tenho consciência do bom trabalho que minha bateria executou, não vou me aborrecer”, finalizou.
O Salgueiro conquistou a 5ª colocação com o enredo “Fama”, desenvolvido pelos carnavalescos Renato e Márcia Lage.

VOLTAR

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!


Faça um comentário

Campos com (*) são obrigatórios

Seus dados
Comentário

Copyright © 2010 - quintaldosamba.com - todos os direitos reservados