Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

TIJUCA É CAMPEÃ DO CARNAVAL 2010

Publicado em 18 de fevereiro de 2010

Por Alberto João, Rafaella Javoski e Ramiro Costa

Há 74 anos sem ganhar um título, a Unidos da Tijuca quebrou o maior jejum da história do carnaval e se consagrou a grande campeã de 2010, com 299.9 pontos. A escola do Borel, que veio com o enredo “É Segredo”, do carnavalesco Paulo Barros, desbancou as também favoritas Grande Rio, Beija-Flor, Vila Isabel e Mangueira. Este é o primeiro título do carnavalesco no Grupo Especial.

Emocionado, Paulo Barros ofereceu o título ao presidente Fernando Horta. “Esperei e veio. Foi um belíssimo carnaval, parabéns a todas as escolas pelo espetáculo. Mas esse (título) é nosso. O meu segredo foi trabalhar muito, comprometido com a escola. Fernando Horta (presidente da Unidos da Tijuca), é para você”, disse.

Voltam para o desfile das Campeãs, no próximo sábado, as outras cinco primeiras colocadas Grande Rio, Beija-Flor, Vila Isabel, Salgueiro e Mangueira. Já a Viradouro, com alegorias e fantasias que não correspondiam à elite do carnaval, decepcionou no desfile e foi rebaixada, com 290.5 pontos.

Destaque com sobra da noite de domingo, a Tijuca fez um desfile ousado e próximo da perfeição que a credenciou ao título. O carnavalesco surpreendeu ao mostrar truques de “mágica”, com movimentos rápidos e precisos na comissão de frente.

Veja a galeria de fotos do desfile

Com a ousadia de sempre, ele ainda se preocupou com o acabamento dos carros alegóricos e das fantasias, que estavam impecáveis. A alegoria dos “Jardins Suspensos da Babilônia” foi um exemplo de bom gosto e criatividade. O samba-enredo, que não era um dos mais comentados no período pré-carnavalesco, cresceu bastante na voz de Bruno Ribas e empolgou o público.

Arrasadora, Tijuca levanta a Sapucaí e sai na frente na briga pelo título

A Unidos da Tijuca revelou seu segredo no domingo, na Marquês de Sapucaí. E de bem escondido, este segredo impressionou a plateia. Com um desfile característico de Paulo Barros, a escola do Borel levantou as arquibancadas e saiu na frente na briga pelo título do Carnaval. O destaque da escola ficou por conta da comissão de frente, coreografada por Priscilla Mota e Rodrigo Negri, e das alegorias geniais.

Ao som de “é campeã” logo aos 25 minutos de desfile, a Tijuca tomou a Avenida de forma arrasadora e deu show também em sua bateria, comandada por mestre Casagrande. Em uma manobra fantástica, integrantes pararam a bateria em frente ao quarto módulo, abriram um corredor, por onde passou um carro no meio.

Logo após a grande apresentação da escola, Paulo Barros se disse confiante para estar entre as escolas campeãs. “Tenho certeza que o público gosta do que a gente faz. De acordo com o meu coração, a gente já voltou no sábado das campeãs. Mas já estou acostumado. Por duas vezes disseram isso e não voltei”, disse.


VOLTAR

Nenhum comentário

Você pode ser o primeiro a comentar!


Faça um comentário

Campos com (*) são obrigatórios

Seus dados
Comentário

Copyright © 2010 - quintaldosamba.com - todos os direitos reservados